×

Entrevista Especial - Dr. Ricardo Bento

10/06/2009

Após a realização do maior evento da ORL mundial no Brasil, na primeira semana de junho, falamos com o Dr. Ricardo Bento, presidente da ABORL-CCF e um dos grandes responsáveis pelo sucesso desse evento, no qual exerceu a função de Secretário Geral.

 

Como foi a receptividade dos médicos nacionais e internacionais ao primeiro congresso mundial no Brasil?

Dr. Ricardo Bento: O congresso apresentou uma unanimidade de elogios aos conteúdos cietífico e social e à organização. Foi o maior congresso mundial já realizado. 

Trace um balanço de como foi o conteúdo cientifico deste congresso. Muitos otorrinos destacaram a variedade e atualidade dos temas. Como o senhor analisa isso?

RB: Praticamente todos os temas e áreas da especialidade foram abordados no congresso. Quem teve a oportunidade de frequentá-lo pode ter uma atualização de toda especialidade com os maiores nomes mundiais.

Foram mais de 6 100 médicos. Qual a sensação de poder ter feito parte de um evento tão grande como esse?

RB: O número total de participantes beirou os 11.000, entre médicos, fonoaudiólogos, engenheiros, psicólogos e representantes comerciais, se constituindo no maior Congresso de Otorrinolaringologia até hoje realizado em todo o mundo.

Fale um pouco da festa Brazil Tropical. O que o senhor achou? Os otorrinos gostaram dela?

RB: A festa Brazil Tropical mostrou a todos a diversidade cultural brasileira, mostrando desde nossa festa maior, o carnaval, até as manifestações culturais de todas as regiões brasileiras. Bebidas e comidas de todas as regiões foram servidas e as 7000 pessoas presentes tiveram um verdadeiro sabor do Brasil.

Qual foi o diferencial desse congresso em relação aos outros já realizados. O Brasil deixou a sua marca e virou exemplo para os próximos?

RB: O Brasil deixou a marca do maior e mais bem organizado congresso mundial já realizado e principalmente o de maior nível científico. Fica agora a responsabilidade de manter o mesmo nível nos próximos mundiais.