×

Especial - XIX Congresso Mundial de ORL - Dr. Marcos Mocellin

08/04/2009

* Série especial de entrevistas *

Bastidores de um gigante

XIX Congresso Mundial de ORL - Brasil 2009

1- A programação científica do Mundial foi desenhada e modelada com base em quais temas e estudos? Foi dada preferência aos temas nacionais ou existe um balanceamento?
Marcos Mocellin: O esquema da programação científica é dado pela IFOS e por nós da comissão científica, que se baseou em um estudo aprofundado feito pelo Dr. Henrique Olival, que durante meses trabalhou a procura de temas em revistas internacionais e palestrantes que tivessem peso cientifico, procurando atingir a preferência nacional e internacional. A programação científica foi feita com indicações da IFOS, das Sociedades de ORL de todo o mundo, da pesquisa de publicações e na parte nacional as indicações foram feitas pelas Academias da ABORL-CCF.
O grande trabalho da comissão cientifica foi colocar todo este potencial de indicações dentro de uma grade equilibrada e atrativa a todos congressistas.

2- Qual o critério de escolha dos trabalhos científicos? Será dada alguma atenção especial a temas mais abrangentes aqui no Brasil, como Rinologia ou Otologia?
MM: Não houve atenção especial a nenhum tema. Procuramos equilibrar todos os assuntos, privilegiando a qualidade do trabalho.

3- Dentre os estudos já escolhidos, há alguma novidade que poderá ter maior interesse público? Você destacaria algum estudo?
MM: Em todas as áreas existem assuntos up-to-date, que interessará ao especialista.

4- Qual a posição do Brasil hoje no quesito produção científica na ORL mundial?
MM: O Brasil tem uma produção científica razoável, porém, com pouca publicação em revistas internacionais.

5- Para finalizar, quais as curiosidades e os fatos marcantes que o senhor gostaria de compartilhar com os otorrinos que não puderam presenciar todo o processo?
MM: O fato marcante foi a união, organização e entusiasmo com que todos da comissão organizadora trabalharam. Ajudados pela Fernanda, da Meeting Eventos, sempre incansável e também o grande comando do nosso presidente Paulo Pontes junto com o secretário geral e presidente da nossa ABORL-CCF, Ricardo Bento.